Resenha

{Resenha} Mônica

Olá, aventureiros!

Hoje vou indicar para vocês um livro nacional que chamou minha atenção pela história e pela personagem principal. É mais uma parceria do Aventuras na Leitura 😉

Mônica, escrito pelo autor Wagner RMS, é uma história envolvente, que mistura história e ficção.

SAM_3975

Livro: Mônica

Autor: Wagner RMS

Editora: Momento Futura

Páginas: 140

divisor

  • Sobre a história.

 Mônica Alencar Deveraux era uma jovem linda e encantadora, mas por pouco tempo…

Durante o regime militar no Brasil (período que durou de 1964-1985), Mônica é presa injustamente e sua vida mudaria a partir deste momento.

Ao ser presa, ela foi transformada em uma criatura diferente e medonha (não pela aparência, mas pelas atitudes), chamada de monstro por quem a conhecia. Essa transformação aconteceu pelo Povo Antigo.

Eles são os sonhos e pesadelos que ainda vivem em florestas e vales esquecidos, e mesmo aqui, nos escuros interstícios da cidade.

A mulher se tornava, assim, uma poderosa Criatura da Escuridão, sedenta por sangue. Um vampiro? Talvez. Mas, sem dúvida, um monstro que usava seu jeito sedutor para conseguir o que queria.

SAM_3970

Agora, ela aparentava ser uma jovem sedutora, que chama a atenção por sua aparência e sensualidade. E escondia segredos sobre quem realmente havia se tornado.

Por ter sido transformada, Mônica não envelhecia. Sua aparência era jovial, mas, na realidade, ela tinha mais de 60 anos de idade. O que haviam feito com essa mulher?

Somente quando Mônica, por sua vez, entrou no elevador, e se viu absolutamente sozinha, foi que se permitiu chorar. Chorar por, há mais de quarenta anos, estar morta.

A mulher sedutora era uma importante agente federal, que participada de operações para investigar políticos corruptos. Para isso, muitas vezes, usava outras identidades para que não fosse descoberta.

E é nesse contexto em que a história se passa. A agente Deveraux – como era conhecida – e seus parceiros de profissão lutavam para acabar com o esquema de corrupção no Brasil. O político investigado em questão era o poderoso Arquebaldi Silvério Figueiras Assunção. E, para Mônica, isso tudo tinha que ter um final.

Você, sua excelência o senador, é nada! Seu dinheiro, nada! Seu status, seu poder, nada! Mansões, carros, mulheres, nada! Tudo o que você fez, viu, viveu, NADA! Você é uma coisa imunda, corrupta, e é feito de carne. E sangue! E vai apodrecer no meu estômago, seu animal! Seu pequeno ridículo animalzinho egoísta! Animalzinho desprezível, carne corrupta e imunda!

Por ter esse gênio forte, de Criatura da Escuridão, Mônica era perseguida por esses mesmos políticos (e até por alguns colegas de profissão, como veremos no decorrer do livro).

SAM_3974

 Gostando de sangue, de “morder” como um vampiro,  a jovem mulher não se permitia amar, por ter receio do que esse amor poderia fazer com o companheiro. Mas quem manda no coração? Nem Mônica, com todo seu poder, era capaz de mandar em seu coração.

Na história, conhecemos Eduardo Weltman, também agente federal, que encantou-se por Mônica. Como será que ele lidaria com o jeito da jovem sedutora? Será que ali poderia existir amor (entre um humano “comum” e uma Criatura da Escuridão)? Só lendo mesmo para vocês descobrirem isso e o que acontece com Mônica e toda corja de políticos corruptos que aparecem na história.

divisor

  • Sobre o livro

Ao receber o convite para ler e resenhar o livro Mônica, fiquei curiosa para saber que relação teria o período da ditadura militar com o Povo Antigo. Uma ótima ideia do autor, diga-se de passagem.

A diagramação do livro é muito boa. O que achei mais interessante foi o cuidado do autor em explicar alguns termos/palavras que poderiam ser desconhecidos para o leitor. Esses termos/palavras eram explicados em nota de rodapé.

SAM_3976

O autor também utilizou os recursos negrito e caixa alta na edição, o que facilitou na hora de imaginarmos a intensidade da fala dos personagens.

Um livro nacional que merece ser lido por todos os admiradores de ficção, história e até mesmo por curiosos com temas da atualidade (já que o autor fala da corrupção no nosso país). O mais interessante é isso, que além de ser uma obra nacional, o autor utiliza períodos e fatos históricos no nosso país, o que, pra mim, ajudou a compreender mais a história e as situações vivenciadas pelos personagens.

O autor me enviou marcadores do livro e de outras obras que ele escreve, além de um lindo cartão-postal de Istambul. Obrigada, Wagner =)

SAM_3973

divisor

  • PARA ADQUIRIR O LIVRO, seguem os links:

http://wagnerrms.com/

*No Skoob: http://www.skoob.com.br/livro/534460ED543262-monica

* No Facebook: https://www.facebook.com/wagner.rms.escritor/?fref=ts

 

Por:

Kelly Cominoti

 

Um comentário em “{Resenha} Mônica”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s